segunda-feira, 2 de março de 2009

Cristal da Semana - Turquesa


A turquesa é uma pedra preciosa usada desde a Antiguidade. O seu nome significa “pedra turca”, não por ser originária da Turquia mas porque foram os turcos que a introduziram na Europa e a popularizaram como pedra da sorte. A sua fama como amuleto remonta à antiga Pérsia e ao Egipto onde já desde a Primeira Dinastia era considerada um bem valioso e símbolo de poder. Também era conhecida e apreciada na China, Tibete e na América pré-colombiana. Todas as culturas que, ao longo dos tempos, tiveram contacto com a turquesa, adoptaram-na como talismã, usaram-na nos seus rituais e obras de arte, bem como como oferenda de especial valor.

Pela sua cor é associada ao chakra laríngeo, podendo ajudar dissolver bloqueios de expressão e inibições auto-impostas. É uma pedra que promove a calma interior e a clareza de pensamento. Em meditação pode ser usada sobre o chakra frontal, ajudando a limpar a mente e a apurar a intuição.

Como quase todos os cristais utilizados em terapia, também a turquesa é um excelente foco de energia ambiente. Algumas das suas aplicações práticas:

- neutraliza o smog elecromagnético
- purifica ambientes "carregados"
- combate a exaustão física e mental

Ao nível psicológico:

- actua positivamente em estados depressivos
- combate ataques de pânico e fobias
- promove o pensamento criativo

Em Magia continua a ser usada, como no passado, para protecção de pessoas e bens, como "pedra da sorte" e contra o "mau-olhado". Outra das suas associações mais comuns é com o poder e com as riquezas materiais, pelo que também é usada como ingrediente de poções, em rituais ou para o fabrico de amuletos destinados a atrair a fortuna.

Cuidados e métodos de limpeza

A turquesa tem uma dureza de 5 - 6 (numa escala de 10), portanto é mais branda do que os quartzos. Nunca deve ser colocada de molho, sob pena de descolorar e tornar-se baça. O melhor método de limpeza é a visualização ou a fumigação. Pode ainda ser purificada sobre uma drusa de quartzo.

Pendente executado em couro com aplicação de turquesa rolada - 5,00 E

5 comentários:

HAZEL disse...

Não dá para colocar em sal para limpar?

Shin Tau disse...

Bom dia ;)

esta pedra e-me muito querida. Usei-a durante muito tempo para resolver os meus problemas do plexo laringeo, havia uma fuga na minha garganta. Funcionou perfeitamente. Nao sabia que era usada para protecçao!?! Mas gostei de saber ;)

Beijocas e adorei o fio, as tres estrelinhas estao demais!

(nao consigo por os acentos!!!)

Lemniscata disse...

Hazel: nada de sal. Não que o sal seco lhe faça muito mal, mas por norma não uses sal, senão é certo e sabido que mais cedo ou mais tarde vais ter uma pedra danificada.

Shin Tau: na verdade, quase todas as pedras podem ser usadas para protecção... existem é umas mais famosas que outras :)

Lydia disse...

oi Parabens por tão boas explicaçoes sobre esta materia de pedras que tanto adoro,tenho varias em casa quando vou ao colombo a minha perdiçao é a loja de pedras que lá está nem que seja só para olhar,mas com a maré de azar que ando acho que vou ter de usar comigo uma destas mesmo,bj grande e um bom fim de semana

Helena Varandas disse...

Olá Lemi!
Achei o post acima muito pertinente e bem esclarecedor mas eu prefiro não me alongar e, nem me pronunciar muito sobre o assunto porque faço refeições equilibradas e, desde os séculos passados que se come carne, peixe e verduras! Lógico que como diz o velho ditado nem 8, nem 80 e, devemos respeitar todos os seres vivos como respeitamos a nossa familia e amigos!
Quanto aos teus trabalhos acho-os lindissimos e deves continuar a utilizar os materiais que se encontram á venda, dando azo ás tuas criações, parabéns!
Beijinhos e feliz dia da mulher
Helena